A Consciência Social

©2018 BY A CONSCIÊNCIA SOCIAL. 

Search
  • Aristides Mandinga

O PAIGC e a Demora na Tomada de Decisão


Caros leitores, fiquei 2 messes sem comentar sobre a situação política Guineense. Em agosto, viajei para Portugal onde fiz novas amizades e reforcei a minha paz interior.

Adorei o “Road trip” de norte a sul de Portugal, um roteiro que durou 7 dias. A viagem começou de Alfama para Peniche (Berlengas Paradise Island), Aveiro, Porto, Geres, Coimbra, Évora e por último a Viana do Alentejo. 

A parte mais interessante foi visitar a Guine Bissau após 9 anos na diáspora, Reino Unido, Harrogate.

Vamos ao que interessa, este artigo argumenta que o atual Governo da Guine Bissau carece de políticas de coexistência e a demora na tomada de decisão está a exacerbar a tensão política e social presente no país.

Discussão

A coexistência significa um estado em que diferentes grupos vivem em harmonia, respeitando as suas diferenças e resolvendo os seus próprios conflitos na base do diálogo construtivo. Segundo o dicionário Português, a palavra em questão significa conviver harmoniosamente ou de maneira pacífica.

A recente attitude do executivo em não esclarecer os partidos da oposição a questão da droga especialmente a nomeação do Colombiano para o cargo de conselheiro especial do Primeiro Ministro, enfraquece as chances de reconstruir políticas de colaboração capaz de produzir o consenso parlamentar e de garantir a estabilidade política.

O executivo precisa de perceber que se continuar com as políticas de “Nos” é que temos a chave para o desenvolvimento contra “Eles” que só atrapalham o processo de desenvolvimento não vamos a lado nenhum. O executivo precisa de respeitar, tolerar e aprender a coexistir com a oposição para que o processo de democratização seja transparente, equitativo e sustentável.

O sequestro da Assembleia Nacional Popular

A palavra coercitivo tem várias definições, o dicionário português apresenta as seguintes definições:

1. Capaz de impor pena; em que há a interferência do Estado para que, geralmente contra a vontade de quem recebe, uma pena seja cumprida: prisão coercitiva.

2. Que pode causar coerção, imposição de algo através da força; repressivo.

3. Que pode reprimir ou coagir: discurso coercitivo.

Em outras palavras, é a ação de coagir, impor ou forçar alguém a fazer algo contra a sua vontade. O executivo Guineense está a centralizar todas as decisões ao invés de engajar num processo de cooperação na base do diálogo optou por usar o poder para sequestrar mais uma vez a ANP e impor a sua agenda ignorando as normas constitucionais do país.

Ao contrário do que muitos acreditam, toda esta tensão desde o dia 19 de setembro sobre a marcação do debate parlamentar foi uma estratégia de má fé . O atraso no processo de tomada de decisão foi um plano para manter o “status quo” ou melhor para manter a corrupção e as práticas de clientelismo político. Portanto, quanto mais lento o processo, melhor para o PAIGC.

É visível que o conflito Guineense está num período de “De-escalação” um ambiente em que existe uma redução temporária nas ferramentas que intensificam o conflito. Levando-se em conta às últimas notícias, prevejo a escalação do conflito devido a falta de políticas de tolerância e de coexistência. 

Com a integração da Democracia na Guine Bissau em 1994, a nossa nação transformou-se numa economia conduzida na base de conflitos e se hoje o PAIGC está a insistir no processo de Democratização é imperativo que comecem a respeitar as normas constitucionais do país e a reconhecer a oposição como uma força parlamentar elegida pelo o povo. E só assim podemos fortalecer a nossa democracia.  

Para concluir, não existe Desenvolvimento sem Paz. Primeiro alcança-se a paz para eventualmente alcançar o Desenvolvimento e garantir a estabilidade política e social que o país tanto almeja. E é neste contexto, que argumento a necessidade de estabelecer um processo de reconciliação nacional.

Aristides Mandinga  3rd year student of International Relation and Peace studies


70 views