A Consciência Social

©2018 BY A CONSCIÊNCIA SOCIAL. 

A Geração X da Guiné Bissau e a Cultura de Vendetta

May 3, 2018

É triste ver a Geração X a governar e a representar o interesse nacional. Na realidade uma pequena minoria da Geração X em vez de representarem o interesse nacional representam os interesses pessoais. É importante sermos transparentes e comprometermo-nos a verdade. A cultura de vingança e a divisão que existe na sociedade guineense, foi criada pelos portugueses durante a era colonial. Refiro a introdução de políticas de identidade na Guiné. A forma como o regime colonial dividiu as diferentes etnias do país (Balantas, Manjacos Pepel etc.) para melhor implementarem o regime de opressão. 

 

Anos depois da independência em vez da Geração X Guineense, promover uma comissão que encorajasse a reconciliação e a verdade, escolheram fortificar as políticas de identidade do passado. O que resultou em 45 anos de desunião e ainda não conseguiram garantir um desenvolvimento sustentável. O facto de a Guiné Bissau ser “o país onde nenhum presidente terminou o mandato” demonstra o nível da desunião que existe na geração X. É neste contexto que a Geração Y precisa de começar a trabalhar para corrigir os erros dos Baby Boomers.

 

Eu realmente gostaria de ver uma nova era de políticos na Guiné Bissau. Uma nova geração de políticos capazes de trabalhar com honestidade e transparência sem rancor e vingança. É revoltante ver a geração X, criar a maioria dos conflitos que a sociedade vive a 45 anos de independência ou a 24 anos de democracia. É completamente inadmissível a forma como tratamos o nosso povo. O povo vive constantemente em conflitos políticos,  na busca de necessidades básicas,  de abrigo, segurança, educação ou um salário sustentável.

 

Durante o impasse político, a opinião pública dividiu-se: uma parte suportou o Dominguismo a outra parte suportou o Jomavismo. Na realidade, hoje, os apoiantes das duas doutrinas mencionadas a cima, parecem estar mais preocupados a tentar justificar quem venceu ou quem perdeu o conflito político de Conacri. É lógico que todos nós perdemos. No final ambos os lados têm os mesmos objetivos que é garantir a paz, estabilidade e o desenvolvimento. 

 

Eu não percebo porquê que o Primeiro-ministro tem a pasta das finanças? Porque não nomear uma mulher? Será que há falta de quadros ou é porque temos um sistema patriarcal? O povo da Guiné Bissau já sofreu muito. A geração Y na diáspora ou na Guiné Bissau que serão os futuros líderes do país, é evidente que não todos estarão na altura para governar por causa das extremas desigualdade social que existe. 

 

A geração Y precisa de agir agora. Porque se a desunião da Geração X continuar neste speed a Geração Y terá graves problemas no futuro em termos de garantir um desenvolvimento sustentável. Precisamos de criar políticas de senso comum para tirar as pessoas da pobreza. A geração Y tem de encorajar o governo a promover um programa para reconciliação nacional.

 

 

Please reload

Our Recent Posts

A Estratégia Maligna do PAIGC

January 18, 2020

SIRADJOINTERCAMBIO EDUCACIONAL

January 17, 2020

The Iran Crisis: The Middle Eastern Gates of Hell

January 15, 2020

1/1
Please reload

Tags

Please reload